Coronel suspeito de estupro é exonerado do cargo da PMDF  – Notícias

0
3
Anúncio


O coronel da Polícia Militar investigado por estupro em motel foi exonerado do cargo de diretor na PMDF nesta terça-feira (19). Edilson Martins da Silva, 47 anos, ocupava a função na Diretoria de Planejamento e Gestão de Contratos, do Departamento de Saúde e Assistência ao Pessoal, do Comando-Geral.  A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal.

No dia 9 de abril, após disparos de arma de fogo, Edilson Martins foi encontrado com um jovem de 21 anos em um motel localizado em Taguatinga (DF). O homem disse que foi ao estabelecimento sob ameaça e disparou a arma do militar para pedir ajuda. Assustadas, funcionárias do estabelecimento acionaram a polícia.

Os militares encontraram o jovem com uma pistola nas mãos descarregada, que foi detido com o coronel na época. Os depoimentos dos envolvidos à polícia foram conflitantes. O homem relatou que foi coagido e o Edilson falou que a relação foi consentida. 

Um áudio revela detalhes da conversa entre o jovem de e o Edilson antes de os dois chegarem  no motel. Na gravação, é possível entender que o militar tenta encontrar alguém que o teria agredido, conforme descrito pelo jovem durante o depoimento à Polícia Civil. “Ele vai me respeitar, entendeu? (…) Pra eu morrer ou pra matar alguém, é na hora, entendeu?”, diz o coronel. Enquanto isso, o jovem fala “Não aponta a arma para minha cabeça, não. Eu quero te ajudar.”



Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui