Defesa de Daniel Silveira se manifesta sobre tornozeleira e diz que deputado é ‘perseguido político’

0
5
Anúncio


Advogados foram intimados pelo Supremo Tribunal Federal a responder sobre a falta de uso do equipamento pelo parlamentar

EVARISTO SA / AFP – 23/04/2022Daniel Silveira
Advogado afirma que o parlamentar é um “perseguido político”

Os advogados do deputado federal Daniel Silveira haviam sido intimados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a dar explicações, em 48 horas, sobre o motivo da tornozeleira eletrônica do parlamentar estar desligada. Porém, o prazo para resposta se encerrou na tarde desta sexta-feira, 30, o que a defesa contesta. Segundo o advogado do parlamentar, Paulo Faria, a justificativa poderia ser apresentada ao ministro Alexandre de Moraes às 23h59. Em documento encaminhado à Suprema Corte, o advogado afirma que o parlamentar é um “perseguido político” e menciona que com a graça presidencial restabeleceu “a ordem e respeito à Constituição Federal, que havia caído em desgraça”.

“Daniel é um homem livre, sem multas a pagar, sem penas a cumprir, com mandato eletivo ativo e direitos políticos preservados”, diz comunicado, dizendo que não há multas ou penas a cumprir. No texto, Paulo Faria também destaca que o relator do caso no STF ignorou 290 pedidos da defesa e que não “é crível, muito menos aceitável” criar justificativas para acusar Daniel de descumprimento de determinações. Sobre os direitos políticos, o advogado alega que a perda de mandato é uma prerrogativa da Câmara dos Deputados e não do Supremo Tribunal Federal. “Nenhum dos crime previstos na Lei da Ficha Limpa, que transcende para a inelegibilidade do parlamentar é aplicável.”

*Com informações da repórter Carolina Abelin





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui